sexta-feira, Março 03, 2006

Carta de um filho a uma mãe que partiu...


Sábado, Fevereiro 25, 2006

AGRADEÇO-TE MÃE
Escrevo-te estas linhas que eu sei que já não lerás com os teus olhos carnais. Contudo também sei que as verás no Local onde te encontras.
Sabes que desde que eu me lembro, este dia 25 de Fevereiro, é o primeiro em que não te dou os parabéns. Sempre o fiz ao longo de toda a minha vida e sempre o comemorámos juntos, tu, o Pai (antes dele ter partido) e eu.
Tenho saudades tuas. Embora sinta que estás sempre presente, estás sempre comigo. Sempre que regresso a casa, em cada fim do dia, sinto a tua falta, quando me perguntavas como tinha sido o meu trabalho. Mas é claro que hoje sabes como tudo se desenrola e como o dia me correu porque me acompanhas a cada momento, eu sei.
Escolhi este local que considero que também é teu, (porque se ele existe a ti o devo por causa da forma íntegra e corajosa com que me educaste, me ensinaste a ser um homem e, acima de tudo a amar a nossa Pátria), para te dizer a minha satisfação por ter uma mãe assim.
Onde hoje te encontras, já na companhia do pai,estou certo, sei que estarás contente. Sinto que te não decepcionei e que decerto te orgulharás de mim. Quero dizer-te o quanto te estou grato por tudo o que hoje sou, penso e também pela coragem para continuar que, de qualquer forma, me continuas a transmitir.
Garanto-te que não esmorecerei, nem fraquejarei. Continuarei a luta enquanto em mim houver um sopro de vida, como sempre o fizeste e ensinaste com o teu exemplo.
Teu filho.
P.S.: Sei que um dia voltaremos a estar juntos.
Trancrevi esta carta para o meu blog pois fiquei comovida com as tuas palavras.
Pai deste-me um grande orgulho ao lembrares-te da avó e fazeres esta homenagem.
Ela agradece.
Um abraço da tua filha.

Acerca de mim

A vida por vezes não nos dá o que queremos mas temos de lutar para conseguir o que desejamos!!!!